Arquivo da tag: Livros

Apanhado de Notícias Kláxicas para o feriado

Eliazer “Klax” Kosciuk conseguiu um feito: ele mantém, praticamente sozinho, a nossa presença naquela rede do bilionário nascisista herdeiro de diamantes do apartheid. Não fossem os posts cheios de novidades/velhidades legais que ele manda, sempre marcando a gente, já teríamos pulado fora do esgoto há tempos. (O penúltimo motivo, divulgar automaticamente nossos posts, o supracitado narcisista já tratou de destruir.)

Dito isso…

O parça Eliazer é, literalmente, um Repórter Retro.

Repórter Retro 095

Este é o Repórter Retro 095, produzido pela A.R.N.O. (Agência Retropolitana de Notícias)!

Do que falamos?
Trilha sonora

Random Chiptune Mix 26

Antes de sair…

Os episódios do Repórter Retro estão, como todo o conteúdo de Retrópolis, em muitos lugares: Spotify, Google Podcasts, Apple Podcasts, Deezer e, usando nosso feed RSS, qualquer programa para escutar podcasts. Ou então, se você é dazantiga que nem a gente, pode baixar o MP3 deste episódio clicando neste link para escutar mais tarde.

Além disso, não se esqueça de deixar seu comentário aí embaixo; afinal, seu comentário é o nosso salário. No entanto, caso você prefira, entre diretamente em contato conosco.

Takedown.


Kevin Mitnick faleceu.

Ele era o hacker conhecido como Condor, e será para sempre lembrado pelo seu duelo contra o consultor de segurança Tsutomu Shimomura entre 1994 e 1995. Este jogo de gato e rato rendeu a primeira grande aparição na mídia do termo hacker (inclusive aqui no Brasil), tanto que este fato inspirou o lançamento do filme Hackers: Piratas de Computador no mesmo ano. Aliás, um filme que gera sentimentos adversos – ainda lembro da resenha do finado fanzine Barata Elétrica, a respeito do filme. Ao Derneval Rodrigues da Cunha, meu abraço de alguém que colaborou com o zine lá atrás, nos anos 1990.

Mas, voltando ao Kevin… Toda a corrida para pegá-lo rendeu um livro escrito pelo próprio Shimomura (Takedown), mais um filme (Caçada Virtual, que nome ruim!), alguns documentários picaretas (fizeram o Takedown 2 e o 3!)… Ele ficou preso por 5 anos, sendo liberto em 2000. Ainda teve mais 3 anos sem poder usar computadores ou Internet (os juízes deviam achar que ele hackearia com a força da mente, só pode) e foi viver a vida, como co-autor de livros, autor de artigos sobre segurança, palestrante (veio numa finada Campus Party) e presta serviços de consultoria em segurança.

Kevin teve um câncer pancreático, descoberto há mais de um ano, que o vitimou, aos 59 anos. Nossa homenagem a um dos últimos hackers românticos da história.

Este era o cartão de visitas do Kevin Mitnick. Se você destacar tudo, terá um conjunto de ferramentas para abrir fechaduras e cadeados!

 

Notas rápidas, de Cuba ao espaço.

Grato ao Eliazer Kosciuk pelas indicações feitas.

[Semi-OFF] Enquanto houver Retrocomputaria, vai haver Poesia

Achou que nosso chapa da Freguesia do Ó, o Rubens Lobo, era o único MSXzeiro tupiniquim que se meteu a escrever e publicar poesia? Pois então

Meu livro Um Quarto de Página acaba de ser enviado para impressão. Nesse meio tempo, fiz um pequeno concurso literário no meu perfil do Instagram e vou sortear um exemplar do livro…


…usando um programa em BASIC num Hotbit. (Daí o Semi-OFF.) Infelizmente não dá mais pra participar do concurso, mas convido todos a assistir esta live que é também o pré-lançamento do livro. Amanhã, terça, 23/2/2021, neste perfil:

http://instagram.com/j_c_castro_escreve

(E se você não mais que de repente recordou-se da RetroRio 2019… sim, é o mesmo programa.)

No qual Murphy, qual Cthulhu, se ergue das Profundezas

Lição de vida número 1: Nunca, mas nunca diga “O que pode dar errado?

Nossas campanhas de financiamento coletivo foram finalizadas com sucesso. Uêba! Bora produzir e enviar. Tudo maravilha, certo? Estamos seguros de que poderemos enviar tudo no prazo! (O que é uma exceção em se tratando de financiamentos coletivos!)

Eis que a gráfica na qual orçamos a impressão do baralho nos vem com a seguinte mensagem mimosa (parafraseando):
Continue lendo No qual Murphy, qual Cthulhu, se ergue das Profundezas

Quinta do Pitaco: A Perversa Ilusão do Dinheiro Fácil

Achou que era só eBay e Mercado Livre e SMJ que tinha vendedor que fumou crack estragado?


Amazon também tem. Sim, isso é em trumps. Mais de três mil e quinhentos Brasilianischesreichsmarks pelo raio de um livro sobre microprocessadores!

Consigo até imaginar o processo de pensamento que ocorreu nessa pobre alma: mal de dinheiro, desempregado nos EUA de Trump, sem acesso a tratamento de saúde… aí alguém olha para um objeto na casa (alugada, prestes a ser despejado) da pessoa e diz: CARA DUDE, isso é uma RARIDADE!!111ONZE1!!

Aí a pessoa se agarra a qualquer palha boiando como se fosse um bote salva-vidas. Posso ter adivinhado errado? Sim, claro. Mas se (se) não ocorreu neste caso em particular, ocorre em muitos outros. Convençam-me do contrário.

Episódio 094 – FPGA – Parte B

retrocomputaria_vitrine_570x190

Bem-vindos ao episódio 94, abrindo a DÉCIMA temporada do Retrocomputaria.

Sobre o episódio

Já meio que falamos de FPGA logo no início do podcast. Agora voltamos ao assunto com episódio próprio e convidado conhecido.

Nesta parte do episódio

Continuamos falando das aplicações de FPGA em retrocomputação, e arrematamos com dicas para quem quer iniciar neste mundo.

Links do podcast

Música de fundo

SID, SID, SID!

Outras formas de ouvir

Não se esqueça de deixar seu comentário aí embaixo; afinal, seu comentário é o nosso salário. No entanto, caso você prefira, entre diretamente em contato conosco.