Arquivo da tag: PAL

Repórter Retro 049

O Seu Repórter Retro

Bem-vindos à edição 049 do Repórter Retro.

Links do podcast

Música de fundo

Amiga Music: Jogeir Liljedahl Compilation #1

Outras formas de ouvir

Não se esqueça de deixar seu comentário aí embaixo; afinal, seu comentário é o nosso salário. No entanto, caso você prefira, entre diretamente em contato conosco.

Episódio 094 – FPGA – Parte A

retrocomputaria_vitrine_570x190

Bem-vindos ao episódio 94, abrindo a DÉCIMA temporada do Retrocomputaria.

Sobre o episódio

Já meio que falamos de FPGA logo no início do podcast. Agora voltamos ao assunto com episódio próprio e convidado conhecido.

Nesta parte do episódio

PIC, PAL, GAL, CPLD até FPGA (e se FPGA é ou não emulação, antes que alguém pergunte), usos do FPGA em vários lugares, especialmente na retrocomputação.

Links do podcast

Música de fundo

SID, SID, SID!

Outras formas de ouvir

Não se esqueça de deixar seu comentário aí embaixo; afinal, seu comentário é o nosso salário. No entanto, caso você prefira, entre diretamente em contato conosco.

Convertendo um Commodore 64 de NTSC para PAL

Então você tem um Commodore 64 NTSC e fica pensando “puxa, tem tanta demo europeia legal, pena que não tenho um C64 PAL…”

Se você tem uma placa de C64 “short board” (dica), uma excelente notícia: seus problemas acabaram!

c64-short-ntsc

Computador Z80 pra fazer em casa

https://static.hackaday.io/images/5733551396080036189.jpg

Que tal um pequeno computador baseado em Z80 com saída de vídeo composto (PAL 50Hz), porta serial, disco rígido e CP/M? Esta é a ideia de um projeto que vem lá de baixo que foi apresentado no Hackaday Projects.

( Retrocomputing no Google+ )

Lógica programável (partes I e II)

Bil Herd em um bate papo animado sobre as PAL e PLA (tomando como base o C64;C128):

E depois partindo para a programação de CPLD (tá, foge um pouco do nosso escopo mas um vídeo complementa o outro):

( Hackaday )

Discussão sobre as cores no VIC-II (C64 e C128)

Um assunto interessante este das cores produzidas pelo VIC-II. Elas sempre parecem pálidas, mortas e sem graça; ainda mais quando comparamos com as cores brilhantes, vivas e intensas que vemos em um MSX, CPC e outros computadores contemporâneos. O pessoal do grupo austríaco Hitmen e um alemão chamado Philip Timmermann resolveram se debruçar sobre este assunto que vai da geração das cores da versão PAL do VIC-II até o fato de que os televisores e monitores NTSC lançados logo após o C64 já traziam matrizes de cores diferentes.

A foto acima é da saída de vídeo de um C64 usando um CXA2025 da Sony como decoder, a diferença é sutil mas algumas cores estão levemente mais brilhantes.