Arquivo da tag: Altair 8800

Os 20 maiores computadores pessoais, segundo o The Guardian

Na opinião deste humilde escriba, listas dos N melhores, ou dos N maiores, ou dos N mais influentes etc, só servem pra causar polêmica. Mas como a gente gosta de uma treta, vamos postar o link do artigo (obrigado Mario Cavalcanti) e já dando o spoiler da lista:

20. Dragon 32
19. Atari ST
18. Acorn Electron
17. Sinclair ZX81
16. Texas Instruments TI-99/4A
15. Altair 8800
14. Amstrad CPC 464
13. Sharp X68000
12. Apple Macintosh
11. MSX
10. TRS-80
09. Commodore VIC-20
08. NEC PC-88
07. Atari 800
06. BBC Micro
05. Apple II
04. ZX Spectrum
03. Commodore 64
02. Commodore Amiga
01. (Velho é seu) IBM PC

O site aceita comentários, tá? (EDIT: aceitava. Agora tá fechado.)

Se falarem “Old is your PC”, vai rolar processo.

A Red Hat, empresa americana que publica uma (ou melhor, duas) das mais usadas distribuições de Linux no mundo, tem um podcast (em inglês, como era de se esperar) chamado Command Line Heroes. E justamente nesta quarta temporada em 2020, eles resolveram mergulhar de cabeça na vibe retro. Saca só os títulos dos episódios:

  1. Minicomputadores: A Alma de uma Velha Máquina
  2. Mainframes: O GE 225 e o nascimento do BASIC
  3. Computadores Pessoais: O Altair 8800 e o Raiar de uma Revolução
  4. Floppies: Os Discos que Mudaram o Mundo

Se infringirem nossas marcas registradas, avisem-nos.

Algumas fotos para começar a semana.


Primeiro, temos um MSX da Yamaha gigante. Sim, foi uma homenagem do governo do Kuwait à Al-Alamiah (empresa da qual falamos no episódio 72 parte B).
Continue lendo Algumas fotos para começar a semana.

Repórter Retro Nº 025

Este post foi ao ar sem o áudio por uma falha nossa. Corrigido.

O Seu Repórter Retro

Bem-vindos a mais uma edição do Repórter Retro.

Ficha técnica:

URLs do podcast:

Não se esqueça de deixar seu comentário aí embaixo; afinal, seu comentário é o nosso salário. No entanto, caso você prefira, entre diretamente em contato conosco.

Repórter Retro Nº 024

O Seu Repórter Retro

Bem-vindos a mais uma edição do Repórter Retro.

Ficha técnica:

  • Número do episódio: 024
  • Participantes: Ricardo, João, Cesar, Giovanni e Juan
  • Duração aproximada: 101 minutos
  • Músicas de fundo: Músicas sortidas
  • Download em ZIP

URLs do podcast:

Não se esqueça de deixar seu comentário aí embaixo; afinal, seu comentário é o nosso salário. No entanto, caso você prefira, entre diretamente em contato conosco.

Vídeo do dia: Altair 8800 carregando o BASIC 4K de fita de papel

Não é 1975, e sim dezembro de 2014, e na World of Commodore.

Retrocomputação de gente grande

http://simh.trailing-edge.com/photos/pdp11_40.jpgEntão você já se divertiu emulando ZX-81, TRS-80 Color, MSX e até plataformas “parrudas” como Amiga, Macintosh ou mesmo o bom e velho PC já não são mais uma novidade?

Apresento-lhes o SIMH, um simulador (não é um emulador, é um simulador) de computadores históricos como ALTAIR 8800, DEC PDP-1, HP 2114, IBM 1401 ou SDS 940. E, para completar a brincadeira, um repositório com vários sistemas operacionais para rodar nele (com direito até mesmo ao UNIX original e, claro, NetBSD).

Rodando BASIC no seu Altair 8800

Curioso para saber como se carregava o BASIC no Altair 8800? Neste vídeo temos todos os passos, apresentando a inserção (não dá para chamar de digitação) da rotina de bootstrap do computador, opcode por opcode — em binário — diretamente na RAM e o carregamento do BASIC e depois de um programa em fita de papel usando um teletipo modelo ASR-33.

Como se rodava BASIC no venerando Altair 8800?

De vários jeitos, entre os quais este: fita de rolo!

Atenção para os outros vídeos do canal.

(Jac Goudsmith via G+)

Emulando um micro clássico em outro micro clássico

Momento de pagar promessas! Apesar de evitarmos falar de emuladores por aqui, mas desta vez resolvi (me) abrir uma pequena exceção para falar de emuladores de computadores clássicos que foram desenvolvidos para serem executados também em computadores clássicos (obviamente que de uma geração anterior ou, em alguns casos, até de um contemporâneo). A ideia central é mostrar que a emulação, em geral, não é nenhuma novidade que só se tornou possível nos últimos tempos pelo aumento, quase obsceno, do poder de processamento dos computadores. Val lembrar que a primeira versão do Microsoft BASIC foi feita em um simulador de ALTAIR rodando em um PDP-10.

Continue lendo Emulando um micro clássico em outro micro clássico