Arquivo da tag: Vídeo composto

Nova placa analógica para os MSX da Yamaha – Eu testei.

A Yamaha é uma marca conhecida mundialmente pelo seu virtuosismo sonoro: Pianos, teclados, fones de ouvido, clarinetes, violões, chips de áudio, MSXs… Os micros feitos pela Nippon Gakki são conhecidos por terem uma incrível capacidade de som, e poderem ter ligados a ele teclados musicais, cartuchos com software para controle, MIDI…

E apesar disso, os MSXs da Yamaha tem uma saída de imagem muito ruim, cheia de ruídos e uma imagem que deixa muito a desejar. Até agora.

Continue lendo Nova placa analógica para os MSX da Yamaha – Eu testei.

Repórter Retro Nº 022

O Seu Repórter Retro

Bem-vindos a mais uma edição do Repórter Retro.

Ficha técnica:

  • Número do episódio: 22
  • Participantes: Ricardo, João, Cesar e Giovanni
  • Duração aproximada: 90 minutos
  • Músicas de fundo: Músicas sortidas
  • Download em ZIP

URLs do podcast:

Não se esqueça de deixar seu comentário aí embaixo; afinal, seu comentário é o nosso salário. No entanto, caso você prefira, entre diretamente em contato conosco.

Repórter Retro Nº 021

O Seu Repórter Retro

Bem-vindos a mais uma edição do Repórter Retro.

Ficha técnica:

  • Número do episódio: 21
  • Participantes: Ricardo, João, Cesar, Giovanni e Juan
  • Duração aproximada: 83 minutos
  • Músicas de fundo: Músicas sortidas
  • Download em ZIP

URLs do podcast:

Não se esqueça de deixar seu comentário aí embaixo; afinal, seu comentário é o nosso salário. No entanto, caso você prefira, entre diretamente em contato conosco.

CGA não é tão ruim, afinal

CGA. A junção dessas três letras dá calafrios de medo e ânsias de vômito em qualquer amante das artes gráficas.

Mas não para o The 8-bit Guy, que fez este vídeo mostrando que o problema não é o CGA – e, depois de vê-lo, certamente você vai concordar com ele.

(Bruno Marques no Facebook e Robson França em um comentário)

Vídeo RGB e o problema de ser “bom demais”.

Quase todo mundo que gosta de computadores e consoles clássicos tem, ou quer ter, um monitor RGB. Para enxergar detalhes (modo de 80 colunas, estou falando com você) não há melhor. Experimente pegar o BASIC de um CoCo 3, ou de um MSX em SCREEN 0, e dar WIDTH 80 num monitor de vídeo composto. Veja que beleza que fica. #sqn

Mas há ocasiões em que a ruindade se faz necessária. Continue lendo Vídeo RGB e o problema de ser “bom demais”.