Arquivo da tag: OCM

Quinta do pitaco: Algo novo no blog do Nishi sobre o MSX 3?


E nessa terceira parte, vamos falar um pouco mais sobre o que o Nishi tem dito, e no final, talvez a minha opinião.

Continue lendo Quinta do pitaco: Algo novo no blog do Nishi sobre o MSX 3?

Opinião: Há mercado para os “novos MSX”?

Outro dia eu estava contabilizando os “novos MSX” que surgiram nos últimos anos, e obtive a seguinte lista:

  1. MSX On A Chip. A saboneteira mais cara do mundo, foram feitas 5000 unidades. O pai de (quase) todos. Lançado no final de 2006.
  2. Zemmix Neo (Coreia do Sul). O primeiro clone do OCM, feito com gabinete em metal, exclusivo para o mercado coreano. Placa em formato de asa delta.
  3. Zemmix Neo (Brasil). O Zemmix Neo feito no Brasil, por Luis Luca, Fábio Belavenuto e Luciano Sturaro. Vendeu mais de 150 unidades.
  4. Zemmix Neo (Europa). A principal diferença estética dos outros Zemmix Neo é que os cantos são cortados. Só isso. No resto, são idênticos. Feito pela 8bits4ever.
  5. Zemmix Neo (Espanha). Esse eu não sabia, descobri agora. Só tem referência num fórum, mas parece idêntico ao anterior.
  6. Mini IQ-3000 (Coreia do Sul). Um tudo-em-um com gabinete em metal também. Também clone do OCM. Somente para o mercado coreano (infelizmente).
  7. SX-1 (Europa). O projeto da 8bits4ever é uma placa de MSX no formato mini-ITX. Está à venda. E também é baseado no OCM.
  8. MSX-SM (Brasil). O projeto do Victor Trucco, trocando o FPGA e incrementando o dito cujo. Também é clone do OCM. O SM quer dizer Sem Miséria.
  9. Multicore 1 e 2 (Brasil). As placas FPGA “mutantes” do Victor Trucco executam cores de diversos micros clássicos, inclusive de MSX.
  10. MiST, MiSTICA e variantes (Europa). Essas placas FPGA “mutantes” estão disponíveis inclusive na Retroshop portuguesa, mas se te interessar, eles tem representantes no Brasil. Mesma ideia que as placas do Trucco.
  11. MSX VR (Espanha, ou seja, Europa). O projeto dos espanhóis que o Nishi autorizou o uso do logo, e eu já expressei minha opinião aqui.
  12. O Zemmix Lite, que comentei ontem e que não vou explicar novamente como funciona, vai lá e leia, é mais fácil.
  13. EMSX (Espanha). Coisa do Leonardo Padial, espanhol.
  14. GR8Bit (Rússia). Esse está à venda. É BEM caro e é vendido na forma de kit. Compre, monte e se divirta – ou não. Temos um ouvinte que comprou e ainda não montou, mas desde já ele tem meus parabéns por ter tido a loucura coragem de ter comprado. Do mesmo criador da GR8Net.
  15. Orbit (Holanda). Projeto do pessoal do WORP3, que bolou a MIDI-PAC. Sim, vai ter MIDI.

Continue lendo Opinião: Há mercado para os “novos MSX”?

OCM-PLD 3.6.1

O MSX on a Chip foi lançado em 2006, e originalmente ele é um MSX criado em FPGA (não, não é emulado, pelamordeDeus!), onde temos um MSX 2 com 256 Kb de RAM. Um italiano cuja alcunha é KdL, pegou para si o árduo trabalho de transformá-lo em algo melhor. Hoje o OCM (e os Zemmix Neo, e as futuras placas mini-ITX da 8bits4ever) são MSX 2+ com 4 Mb de RAM e 2 níveis de turbo, fora outras características próprias.

Continue lendo OCM-PLD 3.6.1

Serviço de utilidade pública: Windows 10 e Nextor.

O KdL, também conhecido por ser o responsável pelas novas versões do firmware do One Chip MSX e do Zemmix Neo, fez um vídeo explicando como formatar um cartão SD para usar no Nextor, usando o Windows 10. Clique aqui para baixar o vídeo (não, ele não colocou no Youtube não).

OCM-PLD v. 3.3 pra Zemmix Neo e OCM

Há pouco mais de 2 anos, noticiamos o lançamento da versão 3.2 do OCM-PLD, para o 1chipMSX e para o Zemmix Neo (BR incluso). Pois é, recentemente saiu a versão 3.3 do mesmo pacote. O que tem de novo? Além do suporte ao teclado BR-ABNT2 (“culpa” do Fabio Belavenuto, do Emiliano Fraga e do Luis Luca), agora tem suporte a cartões SDHC, e o Nextor será suportado em futuros lançamentos.

Pra baixar e saber o que fazer, clica no link ali de cima (ou as imagens para achar as instruções) e divirta-se! Mas não esqueça de desligar o micro depois de atualizar o firmware, se resetar, dá pau.

De Altera DE1 a MSX2+

José Delgado, do blog Comunidad MSX, deve ter pensado com seus botões “flashar um Altera DE1 para se comportar como um One Chip MSX é fácil, então qual é a graça?”

E resolveu espetar conectores de joystick/mouse e som estéreo, além de teclado espanhol, no seu DE1.

Depois de 2 anos, OCM-PLD Pack 3.2 para 1chipMSX e Zemmix Neo

Direto ao assunto, já que enrolação demais não baixa firmware novo: aqui estão as alterações que o KdL fez nesses 2 anos de desenvolvimento e o link para download.

Uma passada nas maluquices MSXzeiras coreanas

A Coreia do Sul pode não ter tido uma grande cena MSXzeira durante a época comercial do padrão, mas nos tempos atuais tem uma comunidade ativíssima, sempre se superando na arte.

***

De vez em quando falamos aqui dos experimentos da comunidade MSXzeira coreana com placas de OCM (e, toda vez, choramos com o fato deles não venderem pra fora da Coreia com medo de quem ainda tenha os direitos sobre as ROMs MSX). Graças ao MRC, temos o mais novo membro deste clube: o Zemmix Neo.

Os autores da belezura aí de cima, o grupo Retroteam Neo, só fez 100 destes OCMs com este belo case CNC emulando o Zemmix, a 260 dólares. E só. Só 100. Vendidos para a Coreia. E você não passou nem perto de comprar um deles. Tem um longo thread no forum do MRC pra quem não quer chorar sozinho.

***

Um dos que gostam de botar água na boca do resto do mundo é o usuário Painkilla, autor de diversos modelos de OCM. E que, agora, resolveu fazer seu próprio cartucho MIDI, a MIDI Interface 3, compatível com o TR GT e do tamanho de um cartucho Konami.

painkillamsxmidi1

***

E já que falamos de cartucho, que tal estes cartuchos pretos, brancos e transparentes de Overrich? E ainda são fáceis de abrir, para alegria dos desenvolvedores.

RetroRio: Agora é a vez dos vídeos!

Se ontem vocês tiveram um post com as fotos, agora temos os vídeos da RetroRio. Aqui vai a lista:

  1. Antes de tudo, a nossa playlist de vídeos. São 14 vídeos, feitos na sua grande maioria pelo José Luiz de Almeida Júnior, que é, entre outras coisas, o marido da Marluce, que vocês vêem aí em cima.
  2. Um vídeo caprichado feito pelo Daniel Campos, com uma visão geral do evento. Ainda tem esse outro, que é o jogo R-Type (claaaaaaaássico jogo de naves) rodando no Commodore 128… Para nossa alegria.
  3. Mais três vídeos do Juan Castro, a saber:

Se você fez vídeos e quiser compartilhar conosco, coloque o link os comentários abaixo. Queremos reunir a maior quantidade de vídeos que pudermos. Obrigado!

RetroRio: Todas (eu disse TODAS) as fotos!

Se você não pode ir à RetroRio, mas ficou curioso com o que aconteceu por lá, aqui vão alguns… Recursos audiovisuais a respeito do evento. Comecemos pelas fotos:

  1. Antes de tudo, o link para o nosso álbum de fotos oficial do evento, que fica no PicasaWeb. São fotos tiradas por mim (Ricardo Pinheiro) e o José Luiz Almeida Júnior, que acabou tornando-se o fotógrafo oficial da RetroRio. 105 fotos para você se divertir… A propósito, esse sujeito aí de cima, do meu lado, também é fudeba.
  2. O Cesar Cardoso também fez as suas fotos, e aqui estão as que ele tirou. Mais 20 fotos para vocês se divertirem. Estão no Flickr.
  3. O Leonardo Suaréz (nosso ouvinte) fez alguns registros, e clicando aqui você pode ver as 88 fotos que ele fez. Aqui, no Google Plus.
  4. E mais IBAGENS! Agora, do Marcelo Eiras. Clique aqui e veja mais fotos, também no Google Plus.
  5. E para encerrar (por enquanto), o álbum de fotos do Juan Castro, no PicasaWeb. 11 fotos.

Ou seja, mais de 200 fotos para você se deliciar com o que rolou na RetroRio…. Ou então sentir pena de si mesmo por não ter ido ao encontro.

E isso não é tudo. Ainda temos vídeos! Sim, mas num próximo post.