Arquivo da tag: Itália

Mosca Branca do dia: Sony SMC-70GP

Máquina baseada em Z80, rodando CP/M e, notavelmente, o primeiro computador pessoal a usar disquetes de 3″½! O Samuele, que conseguiu esta máquina, está atrás justamente dos disquetes, já que veio a máquina completinha, com manuais (aparentemente alguém até se deu ao trabalho de traduzir partes pro italiano e imprimir numa matricial), mas… sem software.

Esta versão GP do SMC-70 (leia mais aqui) é específica para edição de vídeo — tem hardware adicional para genlock/superimpose. Amiga antes do Amiga?

Esperamos ardentemente que uma cópia dos softwares (para a versão PAL, os da versão NTSC já existem online) ache o caminho pra casa do Sam lá na Itália. Fotos:
Continue lendo Mosca Branca do dia: Sony SMC-70GP

Repórter Retro 071

O Seu Repórter Retro

Bem-vindos à edição 071 do Repórter Retro.

Links do podcast

Música de fundo

Random Chiptune Mix 51

Ouvindo este episódio offline

Baixe o ZIP, descompacte e ouça com seu tocador de música preferido.

Onde este episódio (e todo o Retrocomputaria) está disponível

Os episódios do Repórter Retro estão, como todo o conteúdo do Retrocomputaria, em muitos lugares: Spotify, YouTube, Google Podcasts, Apple Podcasts, Deezer e, usando nosso feed RSS, qualquer programa para escutar podcasts.

Seu comentário é o nosso salário

Não se esqueça de deixar seu comentário aí embaixo; afinal, seu comentário é o nosso salário. No entanto, caso você prefira, entre diretamente em contato conosco.

Seto Taisho Vs Yokai, um jogo novo para ZX Spectrum.

seto-10

Apesar do nome indicar que o jogo acima é japonês, seu autor é… Italiano. Alessandro Grussu fez esse jogo para ZX Spectrum 128, e está disponível no seu site, em versões em italiano, inglês, francês, alemão, espanhol e português. Sim, tem pros brazucas e pros portugas adeptos dessa máquina simpática.

Continue lendo Seto Taisho Vs Yokai, um jogo novo para ZX Spectrum.

Desenho parcialmente italiano

Prologica_CP400
fonte: OLD-COMPUTERS

Lembram da piada do “desenho italiano”? Isto é a história utilizada pela Prológica para (tentar) valorizar as qualidades do CP400? Bem, hoje todos nós somos crescidinhos e sabemos que ele teve seu desenho copiado inspirado no Timex Sinclair 2068.

Bem, vamos dizer que esta história não é verdade mas, ao mesmo tempo não pode ser considerado uma mentira total… …aliás, gostaria de agradecer ao Datassette, OLD-COMPUTER, Vintage Ad Browser e pelas imagens utilizadas.

Continue lendo Desenho parcialmente italiano

Mosca Branca do dia: Frael Bruc 100

Frael Bruc RicardoA Frael SpA é uma empresa italiana, da região da Toscana (Florença, para ser exato), que está na ativa desde os anos 1980. Sob encomenda, eles desenvolveram o que foi conhecido como o primeiro microcomputador italiano, o Frael Bruc 100. O objetivo era a informatização de uma rede de escolas, a Scuola 2F, que está presente na Itália, Áustria, Alemanha, Hungria e Eslovênia. Ambas as empresas pertencem ao mesmo grupo empresarial. A Frael, hoje em dia, monta e revende mais de 30.000 microcomputadores por ano na Itália, sendo autorizada de alguns fabricantes de notebooks (Asus, por exemplo) a representá-la no mercado italiano. Você pode saber mais da empresa clicando aqui.

Tá, e o que isso tem a ver conosco? Bem, o Frael Bruc 100 é um computador MSX-compatível. Pior, até onde testei, 100% compatível. Vamos ao dito cujo, cuja foto vocês viram ali em cima.

Continue lendo Mosca Branca do dia: Frael Bruc 100

Foto do dia: Não estava nos planos de Deus que um Commodore 64 tivesse essa cor

Mas devo admitir que ficou mais bonito que aquele verde. Também, se me perdoam o estereótipo, foi feito por italiano. Eles sabem como ninguém fazer objetos inanimados ficarem esteticamente atraentes.

Me pergunto se eles pegaram teclas de dois C64 pra aumentar a psicodelia do negócio.

C64_Shiny_Blue_You_are_welcome

(Sim, eu sei… brace yourselves, piada interna do “design italiano” is coming.)

Via Nightfall Crew.

Histórias de Cronópios e de Famas

Sempre estamos cá a falar da cena de ZX Spectrum na Espanha (onde ele vendeu muito), Inglaterra (onde ele nasceu), Rússia (onde foi copiado até na padaria) e até mesmo em Portugal (onde a Timex resolveu vender seus modelos). Mas o que diriam vós da cena italiana? — Não, nada de referências ou trocadilhos à pizzaria de onde foram assados os TK90X e TK95!

Continue lendo Histórias de Cronópios e de Famas

Breve História da Informática Brasileira — em italiano!

Os retroeiros carcamanos que editam a revista Jurassic News publicaram, no seu mais recente número, um artigo sobre um estranho, distante e exótico país tropical, abençoado por Deus e bonito por natureza — onde, incrivelmente, fabricavam-se computadores desde os anos 60! Não é surpreendente?

Continue lendo Breve História da Informática Brasileira — em italiano!

Uma réplica de Apple I como manda o figurino

O pessoal do Museo dell’Informatica Funzionante meteu na cabeça que vai fazer uma réplica de Apple I. Até aí nada de mais, não seria a primeira nem a segunda vez que isso é feito, mas os carcamanos resolveram usar só componentes eletrônicos da época, ou seja, 1976!

a1make1Será ligado exatamente daqui a uma semana, em 13 de setembro. Eles prometem BÍDEO AO BIBO! Mais detalhes em http://museo.freaknet.org/en/presentazione-progetto-apple-1/.

Inauguração do Museu Internacional de Games, em Roma

No último dia 20 de outubro (também conhecido como sábado passado) ocorreu a inauguração do Museu Internacional de Games, o ViGamus, na Cidade Eterna, Roma.

E o que isso tem a ver com retrocomputação? Bem… Tudo. Para começo de conversa, a ACIGames, na figura do seu presidente, Moacyr Alves Júnior (nosso entrevistado no episódio 15 do Retrocomputaria e amigo fudeba MSXzeiro de longa data) esteve presente à inauguração.

A segunda curiosidade é que o nosso amigo, fã de micros ingleses e autor de livros Marcus Garrett escreveu o texto do painel que representa a história brasileira dos games, a convite do próprio Moacyr! Esse painel estará fixo na seção do Museu reservada ao Brasil, que é um dos países participantes.

Gostou? Então olha a foto do Moacyr ao lado do painel:

Moacyr Alves e o painel brasileiro no ViGamus.
Moacyr Alves e o painel brasileiro no ViGamus.

Então, se você for à Roma, não deixe de visitar o ViGamus, e prestigie a área brasileira!