Arquivo da tag: Lucasfilm Games

Episódio 63 – Dossiê Atari 8 bits – Parte B

retrocomputaria_vitrine_570x190

Sobre o episódio

Atari. 8 bits. Computadores. Sim, vamos falar deles.

Nesta parte do episódio

Depois de mais um interlúdio causado pela venda da Atari a Jack Tramiel e do massacre de arrumação, surge a terceira geração dos 8 bits (65XE e 130XE, com a porta PBI trocada pela ECI e o FREDDIE adicionado ao mix de SALLY, ANTIC, GTIA e POKEY) e o videogame derivado (XEGS).

E finalmente começamos a citar o software: ATARI BASIC, diversos aplicativos (mas não teve CP/M), diversos jogos (alguns melhores que no 2600 e no C64) e da “produtora do coração” (Lucasfilm).

Nos perguntamos onde os Atari 8 bits foram vendidos (spoiler: em diversos lugares nas Américas, na Europa e na Oceania).

E chegamos aos dias atuais, para dizer o que está sendo feito para estes micros clássicos nestes tempos modernos em que os computadores já nascem velhos.

Ficha técnica:

  • Número do episódio: 63
  • Participantes: Ricardo, João, Cesar, Giovanni e Juan
  • Duração aproximada: 52 minutos
  • Músicas de fundo: POKEY moendo, self-test do XL y otras músicas más
  • Download em ZIP

URLs do podcast:

Não se esqueça de deixar seu comentário aí embaixo; afinal, seu comentário é o nosso salário. No entanto, caso você prefira, entre diretamente em contato conosco.

Segredos de jogos da Lucasfilm Games para Atari 8 bits

koronis

Aric Wilmunder, ex-funcionário da Atari, liberou diversos documentos relativos a dois jogos da Lucasfilm Games para os computadores de 8 bits da empresa, The Eidolon e Koronis Rift. Estes documentos são parte do acervo conseguido por Aric, que está sendo liberado aos poucos.

(Atariteca)

Macross 6502

habitat

O pessoal do Museu de Arte e Entretenimento Digital recuperou e disponibilizou no GitHub o código fonte do Macross — não, não é este Macross! — um montador assembler para 6502 desenvolvido entre 1984 e 1987 pelo pessoal da LucasFilm Ltd e utilizado na criação de títulos Habitat (que rodava na QuickLink, aquilo que veio a virar a AOL), Maniac Mansion e Zak McKracken.

Continue lendo Macross 6502

Indiana Jones e a Última Cruzada para C64

Todo mundo sabe, ou já deveria saber, que a SCUMM foi criada no Commodore 64 para o jogo Maniac Mansion (1987), depois utilizado no Zak McKracken and the Alien Mindbenders (1988) antes de virar padrão para títulos do mesmo gênero na Lucasfilm Games até ser substituída em 1998 pela GrimE. Inclusive SCUMM é o acrônimo de Script Creation Utility for Maniac Mansion.

Em 1989 a Lucasfilm Games lançou Indiana Jones and the Last Cruzade mas para desespero dos fãs do C64 somente plataformas de 16-bit e 32-bit foram contempladas. Passados 26 anos, Brick Bambi, resolveu corrigir a injustiça e resolveu portar gráficos, sons e a criar seu próprio interpretador da SCUMM para trazer as aventuras do Dr. Henry Jones Jr. para o computador da “caixa de pão”.

A versão de demonstração do jogo (aquela que o pessoal baixava nas BBS, jogava, se empolgava antes de comprar a versão completa) foi convertida e coube inteira em uma imagem D64 (uma imagem de disco de 5,25″ do C1541) e até o momento dois vídeos estão disponíveis para quem quiser ver como está ficando.

( Indie Retro News )