Arquivo da tag: adventures

Diretoria totalmente vacinada, e não, não é off-topic.

Por um motivo gritantemente óbvio: qualquer evento que influa na continuidade do nosso megaconglomerado de mídia – e isso inclui, lógico, as perspectivas de sobrevivência física dos envolvidos – é assunto que merece ser traçado nestas mal tratadas linhas. (Ou era o contrário?)

O Ricardo está assim com essa cara de mais ou menos porque ele foi o último.

E façam como nós, seus pôias. Se vacinem. Se cuidem. Se protejam. Não negligenciem a segunda dose. Não caiam em curandeirismo assassino. Estejam sempre cientes das verdades desconfortáveis.

Antes de eu terminar, um aviso de utilidade pública: os comentários aqui são moderados antes da publicação. E esse é um dos motivos desta ser uma das poucas seções de comentários saudáveis na Internet brasileira, mundial e quiçá galática: aqui, lixo tóxico não vê a luz do dia.


Isso é tudo. Beijins gratiluz. Porque, como mui sabiamente disse o nosso querido Craque Neto, se a gente não se posicionar a gente não merece estar aqui.

Caper in the Castro

Casper in the Castro é um jogo de mistério de assassinato/quebra-cabeças escrito por C. M. Ralph no ano de 1989 e que, de acordo com o que foi apurado, é o primeiro jogo de computador com temática gay e lésbica. Nele você é a mundialmente conhecida detetive particular lésbica Tracker McDyke que ao investigar o sequestro da drag queen Tessy LaFemme, acaba esbarrando em algo maior e ainda mais traiçoeiro.

Continue lendo Caper in the Castro

The Classic Adventurer

Um livro/fanzine dedicado à era de ouro dos adventures em modo texto. Esta é a definição em uma frase do The Classic Adventurer, que está sendo lançada ao custo de 10 “moedas da Rainha” na edição “de pobre”, e 17 “moedas da Rainha” na edição premium. O PDF está de graça para quem quiser baixar. Aonde? Aqui, ó.

Completando o episódio sobre A Vida, O Universo e Tudo o Mais

Gente, estamos em débito com o nosso ouvinte Eduardo Gouget, então antes tarde do que mais tarde! Falamos no episódio 42 (partes A, B e C) sobre adventures com a presença de mestre Renato Degiovani, e em algum momento perguntamo-nos se alguns dos clássicos adventures em texto (como Colossal Cave) tem para o MSX.

O Eduardo matou a charada: Tem sim, e ele é responsável por funcionar no MSX também. Então, se você quiser jogar a série Zork, o adventure do Guia do Mochileiro das Galáxias ou o Colossal Cave, clique aqui e aqui para baixar. Recomenda-se num MSX 2, já que ele tem 80 colunas (mas se você tiver um MSX 1 com cartão de 80 colunas tá tranquilo).

Aproveite e visite o site do Eduardo, onde ele tem uma seção com estes adventures jogáveis direto pelo navegador e compare-os com as versões de MSX e CP/M.

 

Fechando de vez o episódio sobre adventures e…

…também comemorando os dias do orgulho nerd e da toalha. Justamente hoje é o dia de empunhar com orgulho nossas toalhas e esfregá-las na cara da sociedade careta que não sabe configurar um roteador sem fio 🙂

E ao som de It Is pitch dark do MC Frontalot em um clipe recheado de computadores clássicos e tendo como vilão especialmente convidado, o próprio, Steve Meretzky!

DON’T PANIC!

Link do dia: Adventures para CoCo

No CoCo3 (o site, não o micro), clique aqui para acessar a página dos adventures de Bob Withers, lendário criador de Calixto Island, Black Sanctum e tantos outros.

Além dos jogos para download, temos uma entrevista feita com ele, em 1999, entre outras informações. Imperdível!