Arquivo diários:18/10/2013

Os “primos” lusitanos do C1541

Veio de além-mar, diretamente de terras lusitanas, a notícia de que a Timex de Portugal parecia ter muito mais autonomia com a matriz estadunidense do que se imaginava! Sim, a mesma foi responsável pelo desenvolvimento de produtos da joint-venture Timex Sinclair comercializados na Europa e exportados para os EUA.

Continue lendo Os “primos” lusitanos do C1541

Um sopro de vida num Golem retrocomputacional

No caso, um terminal de vídeo VT100. A “alma” é um single-board computer baseado em ARM — parente próximo do Raspberry Pi, só que mais poderoso. Agora, o monstrinho que você vê abaixo é um computador completo rodando Linux!

O mais legal é que não foi necessário fazer nenhuma modificação no hardware do terminal. O VT100 tem, na sua placa lógica, um conector chamado STP, que permite adicionar qualquer hardware que você quiser entre o terminal e o conector serial dele. Imagino que a idéia, na época, tenha sido transformar opcionalmente o VT100 em um terminal IBM ou Burroughs, que usam protocolos diferentes. Ou terminal de videotexto, quem sabe?

Mas como estamos no ano da graça de 2013, Brendan Powers decidiu botar ali uma BeagleBone Black! Só foi necessário fazer uma plaquinha adaptadora que encaixasse no slot STP do terminal. Clique na foto abaixo para entender toda a mágica.

vt100(Cesar Cardoso via FB)

Frase do dia

By Claudio Picolo no fêissi.

A prova de que MSX, Apple II, TRS-80 e outros desses computadores antigos na verdade ainda estão atuais: Já viu algum deles pedir atualização?