Arquivo mensais:dezembro 2014

Episódio 49 – Jingle bells – Parte B

retrocomputaria_vitrine_570x190

Sobre o episódio

Este é o episódio 49 do Retrocomputaria, jingle bells etc e tal.

Nesta parte do episódio

Avisos, abraços, Renato Degiovani falando do mercado atual de jogos.

Também no episódio

Deve ter alguma coisa que ficou sem ser avisado lá em cima.

Ficha técnica:

  • Número do episódio: 49
  • Participantes: Ricardo, João, Cesar, Sander, Giovanni e Juan
  • Soltando o verbo: Renato Degiovani
  • Duração aproximada: 29 minutos
  • Músicas de fundo: Músicas do projeto Grospixels
  • Download em ZIP

Não se esqueça de deixar seu comentário aí embaixo; afinal, seu comentário é o nosso salário. No entanto, caso você prefira, entre diretamente em contato conosco.

Para começar a entrar no clima retrocomputacional em 2015…

capalivroretroEssa dica veio do Marcus Garrett, nosso chapa e editor-chefe da revista Jogos 80 (aliás, já baixou a edição 14? Baixa e manda um joinha para eles) mandou-nos essa dica: Um livro digital sobre retrocomputação. Sim, um livro, e não é pequeno, quase 500 Mb de puro deleite para nós.

O livro “Classic Computing – the book!” é uma reunião de 10 edições do fanzine Historically Brewed & Classic Computing em um pacote só. Nele você também encontra um pouco da história pessoal de David Greelish, o nome por trás desse zine. São 215 páginas, reproduzidas fielmente.

Se você quiser comprar o livro em papel, custa US$ 18 com frete incluído para os EUA. O livro, para quem não sabe, foi projeto no Kickstarter, e arrecadou pouco mais que o triplo do alvo inicial. É um trabalho notável, e que agora temos acesso.

Ah, você quer baixar, né? Então toma!

Woz fala sobre a Apple, sobre os computadores e, claro, sobre Jobs

woz

Uma simpática entrevista (tanto em texto quanto em vídeo) dada por Steve Wozniak à Businesseeek onde ele fala da gênese dos computadores Apple, da Apple e claro, o trabalho com o outro Steve, o Jobs.

Penguin’s Memory: A Tale of Happiness

penguin memoryFechando o ano com um post curioso: O Konamito desencavou sabe-se lá de que buraco (talvez mais fundo do que o buraco onde estavam os cartuchos da Atari) essa animação, protagonizada por um pinguim azul, chamado Mike. Ele é mascote de uma cervejaria japonesa, a Suntory.

Agora, olha o fotograma aí do lado. Notou a semelhança? É ou não é a cara do Pentarou?

Segue a sinopse da animação:

Mike é um soldado pinguim que retorna para casa após ser ferido durante combate. Afastado de sua família e amigos, ele deixa sua cidade natal e começa a vagar sem rumo por todo o país.

Bem, se você quiser ver… Está no Youtube. Só dar PLAY aí embaixo.

https://www.youtube.com/watch?v=4dHp8InpRXs

Uma última ronda de revistas e outros impressos

Para terminar o ano, RESET Magazine 5, Retrowiki Magazine 10, Amiga Mania 8, Club Info 136, MSX Area 6, Lotek64 50, Commodore Free 84, Juiced.GS Volume 19 Edição 4 e, graças ao Apple II Scans, a newsletter Open Apple Gazette, do grupo de usuários de Apple III de San Francisco e a coleção completa da II Computing.

31C3… O que esse computador clássico está fazendo lá?

CCC logoTodos que viveram os anos 1980 mexendo com computadores ouviu falar do Chaos Computer Club, de Berlim. Ah, você não lembra? Então clique aqui e vá ler esse nosso post, de 2012 – eu citei lá nos comentários. Se puder, assista o filme também.

Os encontros deles, hoje amplamente divulgados e frequentados pelos membros da comunidade de segurança computacional, ocorrem em Berlim, sempre entre o Natal e o Ano Novo. Sem lugares marcados, num frio de rachar, palestras curtas (uma hora), e sempre tem alguma coisa interessante para quem curte retrocomputação: Em 2012 tivemos o Galaksija (iugoslavo), em 2013 tivemos palestra sobre FPGA (tá, não é diretamente relacionado, mas tem a ver), e em 2014… O Computron 3000.

Segundo a descrição, um microcomputador baseado em Z80 apenas com componentes dos anos 1970 e 1980. Nada de microcontroladores/GALs/PALs ou outras porcarias. Quer conhecer mais? Clique aqui e vá até o blog do autor. Se você quiser montar o seu, está tudo no GitHub.

Os 50 jogos retro que arruinaram para sempre a produtividade

Uma compilação da verne, um caderno de variedades do jornal espanhol El País listou os 50 jogos que destruíram para sempre nossa produtividade. Claro que o foco são os jogos em arcade e suas eventuais versões para consoles de 8-bit e 16-bit mas, obviamente, você irá lembrar do dever de casa/trabalho da faculdade/relatório pro chefe que ficou preterido por algumas horas enquanto você se divertia com eles no seu computador 🙂

“Hello World!” do Windows 1.0: Você começou e continuou fazendo errado, Microsoft.

Bem, recentemente vocês viram um exemplo de código enxuto, nos 4 Kbytes de código do Pac-man do Atari, pendurados num quadro na parede da retrodungeon de Blake Patterson (e eu não canso de dizer que eu MORRO DE INVEJA desse cômodo da casa dele).

helloworldtorradaEm compensação, Charles Petzold, programador, Microsoft MVP, autor de um monte de artigos sobre computação e colunista da PC Magazine por 20 anos… Resolveu expor ao mundo um “Hello World!” que ele encontrou no SDK do Windows 1.0, escrito em 1985.

Tentando justificar o injustificável, ele criava uma janela, escrevia “Hello Windows” na barra de título e na janela em si, e adicionava um item clicável no menu, a opção Sobre, que abria uma caixa de diálogo ao ser selecionada.

Agora, vamos ao atentado: O dito cujo tem QUATRO PÁGINAS de código. No Windows 3.1 ficou menor, e o próprio Charles escreveu esse novo. Mas mesmo assim, ainda está graaaaande. Quer ler o que ele tem a dizer a respeito? Clique aqui.

Então é Natal….

Poderíamos fazer um longo discurso sobre a importância do Natal para a nossa paixão retrocomputacional, mas faz mais sentido deixar esta foto que Carlos Massam postou no Facebook (aliás, obrigado Carlos por nos permitir republicar!) se divertindo com o manual de BASIC que vinha com o Expert…

Carlos Massam

…e deixar nossos votos de Feliz Natal a todos. Melhor que chiptune da Simone, não acham?

Ah sim, vocês se lembram de qual micro clássico ganharam no Natal?

Retrohitz #117: Natal: 8-bit Christmas

https://www.retropolis.com.br/wp-content/uploads/2013/02/retrohitz_vitrine_570x190.png

Este é o episódio 117 do Retrohitz.

Neste episódio de Natal, o álbum 8-bit Christmas, da banda Rush Coil, inspirado na época de ouro dos videogames.

Com este episódio, esperamos que todos vocês tenham um belo Natal e um grande 2015.

Duração: 36 minutos

Lista de músicas:

  1. Carol Of The Bells
  2. Deck The Halls
  3. Gloria
  4. Joy To The World
  5. Little Drummer Boy
  6. Oh Christmas Tree
  7. Oh Come Emmanuel
  8. Oh Holy Night
  9. We Three Kings)
  10. What Child Is This

Download em ZIP

Não se esqueça de deixar seu comentário aí embaixo; afinal, seu comentário é o nosso salário. No entanto, caso você prefira, entre diretamente em contato conosco.