Repórter Retro 062

O Seu Repórter Retro

Bem-vindos à edição 62 do Repórter Retro.

Links do podcast

Música de fundo

Músicas sortidas

Ouvindo este episódio offline

Baixe o ZIP, descompacte e ouça com seu tocador de música preferido.

Onde este episódio (e todo o Retrocomputaria) está disponível

Os episódios do Repórter Retro estão, como todo o conteúdo do Retrocomputaria, em muitos lugares: Spotify, YouTube, Google Podcasts, Apple Podcasts, Deezer e, usando nosso feed RSS, qualquer programa para escutar podcasts.

Seu comentário é o nosso salário

Não se esqueça de deixar seu comentário aí embaixo; afinal, seu comentário é o nosso salário. No entanto, caso você prefira, entre diretamente em contato conosco.

3 pensou em “Repórter Retro 062

  1. Salve galerinha do mal, muito obrigado por mais um podcast para alegrar meu solitário dia de trabalho.

    Eu ouvi fontes do Agony ??? caraca !!! vou correndo pegar!!! Acredito também que vocês já devem ter esbarrado no site do outro autor do Agony, o Franck Sauer, que tem muita informação sobre o desenvolvimento do Agony:

    http://francksauer.com/index.php/games/15-games/published-games/10-agony

    E eu que achava que o paralax do Agony já tirava tudo do Amiga e o camarada me vem falando que estava desenvolvendo uma rotina para 6 planos !!! pqp!!!

    Ahh, e 6 DOF significa 6 degrees of freedom, o que significa 6 graus de liberdade em movimentação 3D: Translação nos 3 eixos e rotação em torno dos 3 eixos. Isso é muito usado em interfaces Homem-máquina, por exemplo, um HMD (head mounted display) normalmente possui 6 DOF para capturar os movimentos do usuário e traduzir em comandos para a aplicação.

    Continuem com o excelente trabalho!!! []s e t+

  2. Olá pessoal,

    Bacana este RR, inclusive sim, fazia tempo que o design italiano não era mencionado.

    Sobre esta última Retiro Rio, agradeço muito o esforço e iniciativa de vocês para realizá-la à distância. Pude assistir duas palestras, uma de Ricardo e outra de Paulo Garcia. Este formato à distância ficou ótimo.

    Entendemos, claro, o motivo real desta edição ter sido à distância, mas por outro lado, quando possível este formato poderia ser utilizado novamente.

    Complementando a resposta acima sobre 6DoF, um exemplo mais próximo, o jogo Descent e seus sucessores implementam 6DoF como característica principal na jogabilidade.

    O prótótipo do Agony em questão usa outro conceito, bem distinto por sinal. O autor menciona 6 playfield scrolling, que nada mais é do que 6 planos de scroll.

    Neste caso, um exemplo próximo seria o magnífico Zorax, para o quão, muito boa vontade, podemos dizer que este possui dois planos de scroll. 😀

    Abraços e até a próxima.

Os comentários estão fechados.