Este computador-kit não é como os outros.

Trata-se de um clone de um bicho muito raro e antigo: o COSMAC ELF. Lançado em 1976 (!) na revista Popular Electronics, usa um microprocessador de 8 bits da RCA, o 1802 (também chamado de COSMAC, daí o nome do micro), que foi muito utilizado pela NASA (!!) nas suas naves por ser extremamente resistente a temperaturas extremas e radiação. (!!!) Veja só:

PopularElectronicsAug76

O kit cabe numa caixa de balas Altoids e tem o singelo pseudônimo de Mariposa Apaix… digo, Membership Card. Vou logo avisando: isto não é um computador pra rodar joguinho ou fazer programa de orçamento doméstico em BASIC, é pra hobbista fuçador de eletrônica cascudo, de raiz. A programação se faz colocando bytes na memória por chavinhas, como os fortes faziam 50 anos atrás. Ou então, pra ser um pouco menos hardcore, comunicando-se com um PC via porta paralela. Não, nada de serial ou USB. Isso é para os fracos.

mship-b3

Você pode adquirir por este link (não esqueçam de mandar uma notinha dizendo “Juan Castro sent me”) as placas de circuito impresso com ou sem os componentes, ou ainda com um painel frontal como o da foto acima. Os preços, no momento em que escrevo, variam de 19 a 89 obamas, mais frete e eventuais (mas improváveis para este tipo de mercadoria) impostos.

Dois detalhes:

  • Comprando os componentes ele manda junto uma latinha de Altoids! Infelizmente, sem as balas.
  • O kit é de família: tem placa mãe e tem placa filha. Na placa de baixo ficam os chips principais e na de cima as chaves, LEDs e porta paralela. Fora o painel frontal opcional, que é só pra melhorar o aspecto.

Logo me veio a cabeça a questão: como ele consegue um chip tão antigo e pouco conhecido para fazer esses kits? Resolvi perguntar ao fabricante do kit, Lee Hart. A conversa foi muito elucidativa e, com permissão do próprio, traduzo-a abaixo:

Eu: Alguém ainda faz CPUs 1802? Ou você depende de um estoque que está fadado a terminar?

Lee: Olá Juan, os 1802 ainda são produzidos. Eles são usados para aplicações difíceis como naves espaciais e instrumentos científicos e militares que tem que trabalhar em ambientes extremos. A natureza do projeto o torna resistente a radiação, ele é consideravelmente mais imune a ruído que chips modernos, e funciona em temperaturas extremas. Os mais novos, no entanto, são muito caros, por causa do encapsulamento extra e dos testes necessários para certificá-los.

O 1802 também foi usado em vários produtos de consumo. A Chrysler os usava nos computadores de controle de emissões até os anos 90. Vários dispositivos a bateria que precisavam de um processador usavam o 1802. Até mais ou menos 2005, não existiam computadores com consumo de energia tão baixo (para uma dada performance) quanto o 1802.

Tudo isso significa que eles não são particularmente difíceis de obter. Eu compro os meus no mercado de surplus (pontas de estoque); basicamente, os distribuidores ainda os tem nas prateleiras. Se você precisar de um, eu os vendo em separado por US$ 10 cada.

Eu: Eu adoraria que meu orçamento me permitisse comprar um agora, mas quem sabe a médio prazo. Eu amo esse tipo de projeto.

Lee: Eu sei como é isso! Comecei como hobbista com o 1802 simplesmente porque eu não tinha dinheiro para nada melhor! Fico feliz que tenha sido assim, pois aprendi muito mais “fazendo” do que “usando” algo no qual alguém já fez todo o trabalho para mim.

Você pode comprar as placas nuas por US$ 19 e obter as peças e montar aos poucos. Ou, o manual é de graça (no site) e tem o esquema completo e a lista de peças. Você pode construir um Elf do zero, como muitos já fizeram. Obrigado por escrever!

Não sei se sou tão forte assim…

Sobre Juan Castro

Juan Castro é uma das mentes em baixa resolução que compõem o Governo de Retrópolis – a única cujo Micro Formador não foi o MSX (e sim o TRS-80). Idealizador, arquiteto e voz do Repórter Retro. Com exceção do nome, que foi ideia do Cesar.

0 pensou em “Este computador-kit não é como os outros.

    1. Pois é, assim como matemáticos são sujeitos que não fazem conta, engenheiros eletrônicos não soldam 🙂

      1. Com os componentes que são fabricados hoje (estão querendo descontinuar até mesmo resistores e capacitores pin-thru-hole) cada vez menores, montagens de circuitos eletrônicos ficarão restritas a robôs! 🙁

        1. Ou você projeta o circuito num Eagle da vida, clica em “Manufacture Now” e do sua “impressora de circuitos” ligada ao PC sai a placa pronta.

        2. Então você está dizendo que os robôs poderão manufaturar robôs? E o que virá depois? O Jihad Butleriano? 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.