Arquivo diários:27/06/2013

[UPDATE] 30 anos do MSX pelo mundo

Para começo de conversa, uma página publicada no sisudo Wall Street Journal. Sério. Não, não estou de brincadeira. Duvida? Clica aqui, ó, e vai ler. Falando nisso, as festividades não param. A partir do MSX Resource Center, vemos a notícia de que a Weekly ASCII Magazine (uma revista semanal da ASCII) dedica matérias sobre a história do MSX, inclusive relações de Karuhiro Nishi com a Softbank, a importância da Toshiba para o MSX, o rompimento que o Panasonic FS-A1 criou no mercado (um MSX 2 custando US$ 300, enquanto todos os outros custavam em torno de US$ 1000…), entre outras. Imperdível.

Além, nosso amigo Eliazer Kosciuk homenageia o MSX no seu blog sobre geoprocessamento, saiu uma matéria no site Techtudo, vinculado ao Globo.com… E nós, aqui, estamos na semana MSX. Parabéns a esse que é “o mais mágico dos microcomputadores“, e indiretamente razão do nosso podcast e esse blog existirem. Afinal, todos os meliantes que cometem o Retrocomputaria começaram sua carreira nos MSX, e tornamo-nos amigos por causa do MSX. Parabéns não só ao micro, mas a todos nós, que amamos essa máquina.

msx-cake

Para festejar a data de hoje…

… Nada melhor do que os comerciais da Gradiente e da Sharp, divulgando esse que é “o mais mágico dos microcomputadores”, o recém-balzaquiano… O MSX. Como vocês sabem (ou não), o MSX foi o primeiro microcomputador de 8 bits que foi amparado pela grande indústria de eletroeletrônicos de então. Logo, havia dinheiro para investir em marketing, merchandising e outros termos que eu não entendo, mas que fariam a máquina ser visível ao grande público. E entre eles, os comerciais para televisão.

Primeiro veremos o comercial da Gradiente. Este foi desencavado por Claudio H. Piccolo, e é o primeiro comercial, de 1985.

Agora, o comercial da Sharp, também desenterrado pelo Claudio, este é o do Hotbit preto, e é de 1988.

Ainda temos outros comerciais. Que tal esse, da Zemina, veiculado (óbvio) na Coréia? Sim, esse é tosco.

E lembre-se: Quando a chapa esquentar…

Continue lendo Para festejar a data de hoje…