Freio de arrumação – e algumas coisas estão fora do lugar.


Agora parece que está tudo resolvido. Vamos às explicações, que eu gosto de apresentar.

Antes de tudo, vamos encurtar a conversa. Vocês, nossos fiéis ouvintes, viram aquela página HTML mequetrefe que eu coloquei no ar, explicando tudo o que tinha ocorrido conosco. Não vamos explicar tudo de novo. Vamos falar de novidades.

Domínio novo

Agora temos o domínio www.retropolis.com.br. Ele estava em posse de outra pessoa, mas pelo visto caducou, a pessoa não quis registrar e a gente, num ataque de oportunidade, garantiu o registro por alguns anos. Agora temos 5 domínios pelos quais vocês podem ler o que escrevemos, baixar o podcast, etc:

  • http://www.retropolis.com.br
  • http://www.retropolis.net.br
  • http://www.retrópolis.net.br (com acento).
  • http://www.retrópolis.com (com acento – *).
  • http://www.retrocomputaria.com.br (cabra marcado para morrer).

O último domínio (retrocomputaria) não deverá ser renovado quando seu prazo expirar. Logo, pedimos que vocês acessem pelos novos domínios, com e sem acento.

* Na última vez que eu vi, ainda não estava funcionando. Mas vamos consertar isto.

Migração do WordPress

Finalmente temos este novo domínio como o principal. Isto não é trivial em termos de WordPress, dá um trabalho… Mas foi resolvido. Palmas para o nosso webdisaster, Giovanni “O Quinto Elemento” Nunes (só os ouvintes antigos saberão). Esta é uma novidade maior do que a primeira, e que resolve várias questões que tínhamos. Menção honrosa também ao Juan Castro, o SQL mais rápido do Oeste, que fez alguns scripts para corrigir várias alterações no banco de dados.

Ah, agora usamos WordPress 6.0. Legal, né? Sim, mas continuamos usando o editor de posts clássico. Por quê? Bem, porque somos velhos, acostumamos com esse aqui e o Gutemberg (o editor de blocos) é bem esquisito de se trabalhar… E olha que eu escrevi sobre ele aqui.

Mudança na identidade visual

Conforme vocês já notaram (senão, olha pra cima), o logo mudou – agora temos prédios na nossa cidade. E a identidade visual dos posts (Retrópolis, Retrohitz, Retrobesteiras e Repórter Retro) mudaram. Vocês podem ver nos últimos episódios postados.

E agora?

Bem, agora vamos fazendo o “pente fino” nos mais de 1000 posts publicados, fora as dezenas de rascunhos que não foram concluídos. Alguns amigos já apontaram coisas que ficaram faltando (como o PDF desse post aqui), então vamos acertando. Se vocês puderem nos ajudar, apontando coisas que não estão completas, nos avisem. Seremos muito gratos.

Revezes

Mas isto não quer dizer que não teremos revezes. Um deles é que a RetroRio será adiada. Conforme vocês já devem ter visto ao clicar nesse link da linha de cima, empurramos o evento para 6 de agosto, de forma presencial. O motivo, vocês já imaginam: Não tivemos tempo para a divulgação. Estamos pensando em aproveitar o dia 16 de junho para termos uma conversa na praça de Retrópolis, a nossa Retrocomputaria. A palestra do Juan… Bem, aí vamos ver onde a encaixaremos.

O segundo revés é que agora, mudou tudo, principalmente o feed. Então, temos muitos lugares para reconfigurar tudo. Em alguns (como o Deezer), a mudança já foi realizada. Só que a maioria ainda não foi feita. Se você nos ouve a partir do nosso feed RSS que está na página, atualize-o para: https://retropolis.com.br/feed/podcast . Sim, eu já testei, está funcionando (viva). Nós temos uma lista (grande) de locais onde deveremos fazer as devidas alterações. Tem locais onde o link caducou e vamos ter que corrigir também (sim, Apple Podcasts é um deles), mas a falta de tempo não nos tem deixado fazer. E falta de tempo nos leva a falar do terceiro revés, que é…

O terceiro revés é que talvez (eu disse talvez) o episódio 131, que está agendado para o próximo dia 8 de junho (parte A) saia atrasado. Ele está gravado, tivemos um vilão especialmente convidado, foi um episódio bem bacana, mas… Cadê tempo para acabar de editar? Não é só o Juan que tem revezes na edição dos episódios, esse humilde cortador de gagueiras aqui tem. Ainda tem uma viagem no meio, trabalho, tudo isso que nos afasta dos nossos micros clássicos e da edição do nosso podcast.

Mas estamos de volta, gente! Isso é o que importa. E agora em condições bem melhores para a Cidade dos Clássicos! Temos algumas ideias, textos e novidades para apresentar, mas elas vão vindo com o tempo.

Obrigado por você continuar nos ouvindo, nos acompanhando e divulgando nosso trabalho. Vocês são a razão desse esforço todo. E até aqui, tem valido muito a pena. Abraço!

3 pensou em “Freio de arrumação – e algumas coisas estão fora do lugar.

  1. Muito obrigado pelo empenho em produzir este podcast, que (já disse isso antes) é o único que ouço.

  2. Grande e ótima mudança, meus caros.
    Que venham mais anos (quiçá, séculos) para este site que é um diferencial na Internet brasileira.
    E como diria o Filmore, “Respeite os clássicos, bicho. Isso é Hendrix.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.